E vivam os estagiários de WebDesign!

Shoptoma!

Lembra dessa vacilada monumental do site de compras Shoptime? Pois é, ano novo, erro novo. Eles só esperaram o ano começar (acabou o Carnaval) para errar nas contas novamente.

Venderam um kit contendo três produtos da Microsoft: teclado e mouse sem fio, e uma webcam por míseros R$ 59,00. Olha que legal!

O kit teclado + mouse custa R$ 199,00, e a webcam, apesar de não ter mais em estoque, custava na loja R$ 129,00, conforme mostra essa comparação de preços. Logo, seriam R$ 328,00 no total.

O link da promoção relâmpago (24 horas) era esse. Mas se você clicou, recebeu essa mensagem:

Shoptoma!

Olha o e-mail confirmando o pedido:

ITENS SELECIONADOS
—————————————————————————————————–
Teclado + Mouse Wireless Optical Desktop 1000 Microsoft (cod. 159789)
Valor Unitário: R$ 29.00*
Quantidade: 1

Webcam LiveCam VX-1000 Microsoft c/ Total Integração c/ Windows Live Messenger (cod. 179552)
Valor Unitário: R$ 30.00*
Quantidade: 1

*Os valores unitários contidos neste e-mail podem estar atualizados após computação de desconto e/ou juros.

Obs.: A data de entrega será informada no email de confirmação de entrega.

Subtotal: R$ 59.00
Frete: R$ 5.83
Bônus: R$ 0.00

Valor total da compra: R$ 64.83
—————————————————————————————————–

Leia o restante dessa história, clicando em continua…

Claro que houve muita divulgação por e-mail, IM e alguns fóruns. Foi uma correria, ainda mais que acima de 100 reais, o frete era grátis. Muitos compraram 2 kits, outros 10, 20, até 30! No começo da manhã, limitaram o número de produtos por cliente e corrigiram os valores, como aconteceu da última vez.

O que percebi num dos fóruns é o que todos sabem desse país. Profissão que dá futuro aqui é ser político mesmo. A loja erra na publicação, o fulano compra, paga e aceita que devolvam o dinheiro. Ou pior, nem compra pois sabe que “não vai dar em nada”.
“Ah, mas no site fala que se tiver um erro…”
“É, mas no e-mail que recebi dizia que se…”

E-mail, site, o escambal. Pode estar escrito até na Bíblia! O que vale é o CDC (Código de Defesa do Consumidor, sua mula). Se o contrato prega algo que vai contra o CDC, problema dele, não tem validade legal. Estão até em falando em erro proposital, para gerar divulgação, viral, saca? Não acredito não, muita dor-de-cabeça para pouca merda.

CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR

“Art. 30 – Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e serviços oferecidos ou apresentados, obriga o fornecedor que a fizer veicular ou dela se utilizar e integra o contrato que vier a ser celebrado.

Art. 35 – Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:

I – exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;
II – aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;
III – rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos.”

Saiba mais do Shoptime aqui e aqui.